Home page
 
Post research opportunities
Find the ideal candidate
List of registered organisations
   
 
Post your CV
Find research opportunities
Practical information
Foreign Researchers Guide
Useful links
 
List and locate Portuguese Mobility Centres .
 
Portuguese research landscape
Find out how research is organised in Portugal.
Portuguese research policy
Find out about research policy in Portugal.
Women in science
Find out about the situation of women scientists.
 
Unique identifier: ef32dff7-bcf9-45dd-95b7-1bd19a98fec6

1. Descrição do cargo/posição/bolsa
1. Job description

Cargo/posição/bolsa:
Bolsa de Pós-Doutoramento no âmbito do projeto As Pessoas e o Fogo: Reduzir o Risco, Conviver com o Risco, (PCIF/AGT-0136/2017), financiado por fundos nacionais através da FCT/MCTES (PIDDAC)

Referência: PCIF/AGT-0136/2017-BPD

Área científica genérica: Geography

Área científica específica:

Resumo do anúncio:

Encontra-se aberto concurso para a atribuição de uma Bolsa de Pós-Doutoramento no âmbito do projeto As Pessoas e o Fogo: Reduzir o Risco, Conviver com o Risco, (PCIF/AGT-0136/2017), financiado por fundos nacionais através da FCT/MCTES (PIDDAC).

Texto do anúncio

Encontra-se aberto concurso para a atribuição de uma Bolsa de Pós-Doutoramento no âmbito do projeto As Pessoas e o Fogo: Reduzir o Risco, Conviver com o Risco, (PCIF/AGT-0136/2017), financiado por fundos nacionais através da FCT/MCTES (PIDDAC), nas seguintes condições:

Requisitos de admissão:

A este concurso poder-se-ão candidatar doutorados em Geografia Física ou área afim, com competências avançadas em Sistemas de Informação Geográfica e Modelação Espacial.

O candidato a selecionar deve possuir os seguintes requisitos:

- Ter concluído, até à data de submissão da candidatura, o grau académico de doutor;

- Ser autor ou coautor de, pelo menos, três artigos científicos, já publicado ou aceites para publicação à data de candidatura em revistas indexadas na WoS ou Scopus;

- Ter experiência avançada na utilização de sistemas de informação geográfica e de modelação espacial

- Ter experiência de investigação nos domínios dos incêndios florestais e análise de riscos ambientais.

A investigação do projeto visa desenvolver e testar um novo quadro analítico que apoie o desenvolvimento e avaliação de novas políticas centradas nas pessoas para reduzir o risco de incêndio. Este quadro será desenvolvido através da integração disciplinar de 3 áreas de investigação. A primeira diz respeito aos modelos de risco, que integram os principais fatores responsáveis pelo dano total dos incêndios. Muitos destes fatores resultam de escolhas humanas, as quais não são contudo explicitadas no modelo. A segunda área de investigação são modelos de escolha, que visam predizer o que as pessoas escolheriam em determinadas circunstâncias. A integração de modelos de risco e modelos de escolha permitirá ligar diretamente as políticas às escolhas das pessoas, por exemplo em matéria de gestão de combustíveis, que determinam o coberto do solo, o qual, por sua vez, afeta o perigo de incêndio. Esta integração é um dos aspetos mais inovadores desta proposta de investigação. Estes modelos de escolha serão estimados com base em dados provenientes de experiências de escolha realizadas por proprietários florestais, que selecionarão as suas opções preferidas de gestão caso seja aplicada uma determinada política. A ligação entre modelos de escolha e modelos de risco permitir-nos-á simular os custos e o potencial de redução de risco de diferentes opções políticas

Plano de trabalhos:

1 – Preparação e manutenção da base de dados do projeto, contendo atributos biofísicos e socioeconómicos, instrumentos de ordenamento do território e projeções demográficas.

2 – Avaliação do Risco de incêndio rural/florestal, com mapeamento da perigosidade, exposição e vulnerabilidade

3 – Avaliação da perceção e das práticas de adaptação dos residentes face ao risco de incêndio

4 – Desenvolvimento de estratégias de adaptação ajustadas às necessidades e capacidades dos residentes, para reduzir o risco de incêndio rural/florestal

Legislação e regulamentação aplicável: Estatuto do Bolseiro de Investigação; Regulamento de Bolsas de Investigação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P. - em vigor

Local de trabalho: O trabalho será desenvolvido no Centro de Estudos Geográficos do Instituto de Geografia e Ordenamento do Território, sob a orientação científica do Professor Doutor José Luís Zêzere

Duração da(s) bolsa(s): A bolsa terá à duração de 12 meses, com início previsto em Agosto de 2019, em regime de exclusividade. O contrato de bolsa poderá ser renovado até à data de conclusão do projeto.

Valor do subsídio de manutenção mensal: O montante da bolsa corresponde a €1509,80, conforme tabela de valores das bolsas atribuídas diretamente pela FCT, I.P. no País (http://www.fct.pt/apoios/bolsas/valores).

Métodos de seleção: Os métodos de seleção a utilizar serão os seguintes:

Avaliação curricular – 60%

Experiência na utilização de sistemas de informação geográfica e de modelação espacial – 30%

Experiência de investigação nos domínios dos incêndios florestais e análise de riscos ambientais - 10%

O júri pode, caso entenda necessário, convocar os candidatos colocados nas 3 primeiras posições para uma entrevista, sendo que, neste caso, a entrevista tem um peso de 30% a acumular à pontuação obtida na primeira fase de seleção, que entrará com um peso de 70%

Composição do Júri de Selecção:

O júri de seleção das candidaturas da presente bolsa é composto pelos seguintes elementos:

Presidente do Júri: José Luís Zêzere, Professor Catedrático do Instituto de Geografia e Ordenamento do Território;

1º Vogal: Eusébio Reis, Professor Auxiliar do Instituto de Geografia e Ordenamento do Território;

2º Vogal: Susana Pereira, Professora Auxiliar do Instituto de Geografia e Ordenamento do Território.

Forma de publicitação/notificação dos resultados: Os resultados finais da avaliação serão publicitados, através de lista ordenada publicada na página eletrónica do Centro de Estudos Geográficos do Instituto de Geografia e Ordenamento do Território (ceg@ulisboa.pt), sendo os candidatos(as) notificados através de e-mail.

Prazo de candidatura e forma de apresentação das candidaturas: O concurso encontra-se aberto no período de 5 e 18 de julho de 2019.

As candidaturas devem ser formalizadas, obrigatoriamente, através do envio de carta de candidatura acompanhada dos seguintes documentos:

a) Curriculum Vitae

b) Certificado de habilitações

c) Outros documentos comprovativos considerados relevantes

d) Declaração de prévio consentimento por meios electrónicos

As candidaturas deverão ser enviadas em suporte digital para o seguinte email: ceg@campus.ul.pt




Número de vagas: 1

Tipo de contrato: Temporário

País: Portugal

Localidade: Lisboa

Instituição de acolhimento: Centro de Estudos Geográficos


Data limite de candidatura: 18 July 2019
(A data limite de candidatura deve ser confirmada no texto do anúncio)

2. Dados de contactos da organização
2. Organization contact data

Instituição de contacto: Centro de Estudos Geográficos da Universidade de Lisboa

Endereço:
Centro de Estudos Geográficos - IGOT-ULisboa - Edifício IGOT - Rua Branca Edmée Marques
Lisboa - 1600-276 Lisboa
Portugal

Email: ceg@campus.ul.pt

Website: http://www.ceg.ulisboa.pt

3. Habilitações académicas
3. Required education Level

Grau: Doutorados em Geografia Física ou área afim, com competências avançadas em Sistemas de Informação Geográfica e Modelação Espacial.
Domínio científico: Geography
4. Línguas exigidas
4. Required languages

Língua: English
Prioridade Elevada
Leitura: Excelente
Escrita: Excelente
Compreensão: Excelente
Conversação: Excelente
5. Experiência exigida em investigação
5. Required research experience

Domínio cient. genérico: Geography
Domínio cient. específico:
Anos de experiência: 1 ano