Home page
 
Post research opportunities
Find the ideal candidate
List of registered organisations
   
 
Post your CV
Find research opportunities
Practical information
Foreign Researchers Guide
Useful links
 
List and locate Portuguese Mobility Centres .
 
Portuguese research landscape
Find out how research is organised in Portugal.
Portuguese research policy
Find out about research policy in Portugal.
Women in science
Find out about the situation of women scientists.
 
Unique identifier: ee44750d-469b-40c6-9258-e570508b89b9

1. Descrição do cargo/posição/bolsa
1. Job description

Cargo/posição/bolsa:
Investigador Doutorado nível inicial

Referência: PTDC/SOC-SOC/30734/2017

Área científica genérica: Not available

Área científica específica:

Resumo do anúncio:

Encontra-se aberto pelo prazo de 15 dias úteis, com início a 22 de novembro de 2018 e término a 12 de dezembro de 2018, concurso de seleção internacional para um (1) lugar de doutorado(a), de nível inicial, para o exercício de atividades de investigação na área científica da Sociologia, no Centro de Investigação Interdisciplinar Egas Moniz (CiiEM), da Egas Moniz-Cooperativa de Ensino Superior, CRL, no âmbito do Projeto com a referência PTDC/SOC-SOC/30734/2017, financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P. através de fundos nacionais, no quadro do Projeto 3599 - Promover a Produção Científica, o Desenvolvimento Tecnológico e a Inovação.



Texto do anúncio

Abertura de procedimento concursal de seleção internacional para a contratação de doutorado(a) para Projeto de investigação (PTDC/SOC-SOC/30734/2017), ao abrigo do Decreto-Lei n.º 57/2016, de 29 de agosto, alterado pela Lei n.º 57/2017 de 19 de julho.

Edital - José João Baltazar Mendes, Presidente da Direção da CESEM, torna público que se encontra aberto pelo prazo de 15 dias úteis, com início a 22 de novembro de 2018 e término a 12 de dezembro de 2018, concurso de seleção internacional para um (1) lugar de doutorado(a), de nível inicial, para o exercício de atividades de investigação na área científica da Sociologia, no Centro de Investigação Interdisciplinar Egas Moniz (CiiEM), da Egas Moniz-Cooperativa de Ensino Superior, CRL, no âmbito do Projeto com a referência PTDC/SOC-SOC/30734/2017, financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P. através de fundos nacionais, no quadro do Projeto 3599 - Promover a Produção Científica, o Desenvolvimento Tecnológico e a Inovação.

A abertura do presente procedimento concursal decorre da decisão de financiamento pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) do projeto intitulado “Pharmaceuticals and dietary supplements in performance consumptions: social practices, contexts and literacy” (“Medicamentos e suplementos alimentares em consumos de performance: práticas sociais, contextos e literacia”, PTDC/SOC-SOC/30734/2017), o qual prevê a contratação de um doutorado para o desempenho de funções de investigação científica. Nos termos do art.º 6º do DL n.º 57/2016, a contratação é feita na modalidade de contrato de trabalho a termo resolutivo incerto, ao abrigo do Código do Trabalho. O concurso destina-se, exclusivamente, ao preenchimento do lugar indicado, podendo ser feito cessar até à homologação da respetiva lista de ordenação final de candidatos e caducando com a ocupação do lugar em oferta.

I. Legislação aplicável

1. O concurso rege-se pelas disposições constantes no Decreto- Lei n.º 57/2016, de 29 de agosto, com as alterações introduzidas pela Lei n.º 57/2017 de 19 de julho, que aprova um regime de contratação de doutorados destinado a estimular o emprego científico e tecnológico em todas as áreas do conhecimento (RJEC), pelo Decreto-Regulamentar nº 11-A/2017 de 29 de dezembro que estipula os níveis remuneratórios dos contratos, bem como pelo Código do Trabalho, aprovado pela Lei n.º 7/2009, de 12 de fevereiro, na sua redação atual.

2. O concurso é aberto ao abrigo do art.º 20º do RJEC e no respeito do contrato-programa celebrado entre a FCT e o ISCTE-IUL que rege a atribuição do financiamento, e a Egas Moniz, crl, e o Instituto de Sociologia da Universidade do Porto, como instituições copromotoras.

II. Local de trabalho

O local de trabalho situa-se na Egas Moniz, CRL, Campus Universitário, Quinta da Granja, 2829 - 511 Monte de Caparica, Almada.

III. Remuneração

A remuneração mensal a atribuir corresponde ao nível 33 da tabela remuneratória única, aprovada pela Portaria n.º 1553-C/2008, 31 de dezembro, no valor ilíquido de 2.128,34 euros.

IV. Descritivo do lugar

O lugar a concurso visa o desenvolvimento de atividades de investigação científica na área temática da sociologia da saúde e dos novos usos sociais dos medicamentos. O/a investigador/a selecionado irá participar nas seguintes atividades: (i) exploração do campo empírico (atividade 2); (ii) participação na realização de Grupos Focais e no tratamento dos dados (atividade 3); (iii) participação na realização de Inquéritos por Questionário e no tratamento dos dados (atividade 4); (iv) participação na realização de entrevistas e na análise de conteúdo (atividade 5). Conf. cronograma

 V. Requisitos de admissão a concurso

1. Ao concurso podem ser opositores os/as candidatos (as) nacionais, estrangeiros (as) e apátridas que que sejam titulares do grau de doutor e detentores de um currículo científico e profissional que revele um perfil adequado à atividade a desenvolver. 2. Constituem requisitos de admissão ao presente concurso: a) Titularidade do grau de doutor(a) em Sociologia ou em outra área das Ciências Sociais. b) Experiência comprovada de participação em projetos de investigação. c) Experiência comprovada de uso de metodologias qualitativas e quantitativas, de recolha e de tratamento de dados. d) Fluência em Português e Inglês.

VI. Formalização da candidatura

1. As candidaturas são formalizadas mediante requerimento dirigido ao Presidente da Direção da Egas Moniz, CRL, solicitando a aceitação da candidatura e onde conste a indicação do concurso a que se candidata, o lugar ao qual se está a candidatar, identificação do candidato com nome completo, número e data do bilhete de identidade ou Cartão de Cidadão ou número de Passaporte, data de nascimento, residência e endereço de contacto, incluindo endereço eletrónico e contacto telefónico. No requerimento o/a candidato/a tem de manifestar o seu consentimento para que as comunicações e notificações no âmbito do procedimento concursal possam ter lugar por correio eletrónico indicando o respetivo endereço. 2. A candidatura é acompanhada da seguinte documentação: a) Documento comprovativo da titularidade do grau de doutor. No caso de titulares do grau de doutor/a obtido no estrangeiro, têm de apresentar documento comprovativo do seu reconhecimento por instituição de ensino superior portuguesa, nos termos do disposto no Decreto-Lei n.º 341/2007, de 12 de outubro, devendo quaisquer formalidades aí estabelecidas estar cumpridas até à data do termo do prazo para a candidatura. b) Carta de motivação, com uma extensão máxima de 750 palavras, contendo, designadamente: i) identificação das atividades pertinentes para o presente concurso desenvolvidas nos últimos três anos; ii) fundamentação da adequação do candidato às atividades previstas no projeto. c) Um exemplar em formato eletrónico (pdf) do curriculum vitae. d) Duas cartas de recomendação académica e/ou profissional. 3. As candidaturas podem ser apresentadas em língua portuguesa ou inglesa e devem ser enviadas por correio, ou entregues pessoalmente durante o horário normal de expediente, ou remetidas por via eletrónica para o endereço empregocientifico@egasmoniz.edu.pt com a seguinte referência em Assunto – Concurso_Doutorado_MEDLIT, até à data limite fixada neste edital. 4. São excluídos da admissão ao concurso os candidatos que formalizem incorretamente a sua candidatura ou que não comprovem os requisitos exigidos. Assiste ao júri a faculdade de exigir a qualquer candidato, em caso de dúvida, a apresentação de documentos comprovativos das suas declarações. 5. As falsas declarações prestadas pelos candidatos serão punidas nos termos da lei.

VII. Critérios de seleção

1. Nos termos do artigo 5.º do Decreto-Lei n.º 57/2016 a seleção realiza-se através da avaliação do percurso científico e curricular dos candidatos. 2. A avaliação do percurso científico e curricular incide sobre a relevância, qualidade e atualidade dos contributos científicos dos/as candidatos/as nas áreas referidas no ponto V, considerando-se: a) A produção científica – relatórios, artigos e outros indicadores de produção - considerada mais relevante pelo candidato para o âmbito do concurso; b) As atividades de investigação desenvolvidas e consideradas de maior impacto pelo candidato para o âmbito do concurso; d) As atividades de apoio á gestão de projetos de ciência, tecnologia e inovação.

VIII. Métodos de seleção

1. O método de seleção a utilizar é: a) avaliação curricular e b) entrevista. 2. Os critérios de avaliação curricular adotados são os seguintes: a) Produção científica relevante para o âmbito do concurso (40%). Na avaliação deste critério ter-se-á em consideração as publicações científicas - artigos em revistas científicas indexadas, livros, capítulos em livros, working papers com revisão científica e atas de encontros científicos – comunicações em conferências, organização de eventos científicos nacionais ou internacionais. b) Atividades de investigação com recurso às metodologias requeridas no âmbito do concurso (50%). c) Atividades de extensão, disseminação de conhecimento desenvolvidas nos últimos três anos (10%), designadamente: de promoção e monitorização da cultura e prática científicas, de divulgação de conhecimento e resultados de pesquisa, para públicos académicos e não académicos. 3 - O júri procede à avaliação curricular dos candidatos em obediência aos critérios adotados utilizando uma escala inteira de 0 a 100, sendo a classificação final obtida pela média das pontuações atribuídas por cada um dos elementos do júri.

IX. Admissão

Os candidatos que ficarem nos 10 primeiros lugares consideram-se aprovados em mérito absoluto, sendo os restantes excluídos do processo concursal considerando o júri não serem detentores (as) de um currículo científico e profissional que revele perfil adequado ao lugar a concurso. Serão convocados para entrevista os dez primeiros candidatos mais bem posicionados na avaliação curricular.

X. Classificação e ordenação final

A ordenação final resulta da média ponderada das avaliações obtida nos diferentes métodos de seleção – 90% avaliação curricular, 10% entrevista. A entrevista terá em conta os critérios de avaliação curricular constantes das alíneas b) e c) do ponto 2, com uma duração máxima de 20 minutos, cabendo ao júri elaborar a lista de ordenação dos candidatos aprovados com a respetiva classificação.

XI. Audiência de interessados

1. Das listas de candidatos admitidos e excluídos, bem como da lista de classificação final e ordenação dos candidatos, há lugar a audiência de interessados, nos termos do disposto nos artigos 121.º e 122.º do Código do Procedimento Administrativo, procedendo-se à notificação dos interessados por mensagem de correio eletrónico e publicitação no sítio da internet da Egas Moniz, CRL. 2.O processo de concurso poderá ser consultado pelos candidatos no Serviço de Recursos Humanos, nos termos indicados na notificação referida no ponto anterior.

XII. Constituição do júri

Em conformidade com o artigo 13.º do Decreto-lei n.º 57/2016, o júri é constituído pelo Doutor José João Baltazar Mendes, Professor Associado e Presidente da Direção da Egas Moniz,CRL que preside, pelo Doutor David Tavares, Professor Coordenador da ESTSeL e Investigador do CIES/ISCTE-IUL, pela Doutora Ana Isabel Fernandes, Professora Associada da Egas Moniz, Investigadora do CiiEM e Investigadora co-Responsável do Projeto e pela Doutora Noémia Lopes, Professora Associada da Egas Moniz, Investigadora do CIES/ISCTE-IUL e do CiiEM e Investigadora Responsável do Projeto.

XIII. Política de não discriminação e de igualdade de acesso

A Egas Moniz promove ativamente uma política de não discriminação e de igualdade de acesso, pelo que nenhum candidato/a pode ser privilegiado/a, beneficiado/a, prejudicado/a ou privado/a de qualquer direito ou isento/a de qualquer dever em razão, nomeadamente, de ascendência, idade, sexo, orientação sexual, estado civil, situação familiar, situação económica, instrução, origem ou condição social, património genético, capacidade de trabalho reduzida, deficiência, doença crónica, nacionalidade, origem étnica ou raça, território de origem, língua, religião, convicções políticas ou ideológicas e filiação sindical.

XIV. Nos termos do D.L. nº 29/2001, de 3 de fevereiro, o candidato com deficiência tem preferência em igualdade de classificação, a qual prevalece sobre qualquer outra preferência legal. Os candidatos devem declarar no formulário de candidatura, sob compromisso de honra, o respetivo grau de incapacidade, o tipo de deficiência e os meios de comunicação/expressão a utilizar no processo de seleção, nos termos do diploma supramencionado.

Egas Moniz, CRL (CESEM), 15 de Novembro de 2018, o Presidente, José João Baltazar Mendes




Número de vagas: 1

Tipo de contrato: Outro

País: Portugal

Localidade: Monte de Caparica

Instituição de acolhimento: EGAS MONIZ - Cooperativa de Ensino Superior, CRL


Data limite de candidatura: 12 December 2018
(A data limite de candidatura deve ser confirmada no texto do anúncio)

2. Dados de contactos da organização
2. Organization contact data

Instituição de contacto: Egas Moniz, Cooperativa de Ensino Superior, CRL

Endereço:
Campus Universitário, Quinta da Granja, Monte de Caparica
Caparica - 2829 - 511 Caparica
Portugal

Email: egasmoniz@egasmoniz.edu.pt

Website: http://www.egasmoniz.com.pt

3. Habilitações académicas
3. Required education Level


Vazio
4. Línguas exigidas
4. Required languages


Vazio
5. Experiência exigida em investigação
5. Required research experience


Vazio