Home page
 
Post research opportunities
Find the ideal candidate
List of registered organisations
   
 
Post your CV
Find research opportunities
Practical information
Foreign Researchers Guide
Useful links
 
List and locate Portuguese Mobility Centres .
 
Portuguese research landscape
Find out how research is organised in Portugal.
Portuguese research policy
Find out about research policy in Portugal.
Women in science
Find out about the situation of women scientists.
 
Unique identifier: 1d6bb481-cd6c-4f94-abb1-8e755b751554

1. Descrição do cargo/posição/bolsa
1. Job description

Cargo/posição/bolsa:
Bolsas de Doutoramento

Referência: Programa Internacional de Doutoramento em Estudos Comparatistas da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa _PD/00194/2013

Área científica genérica: Not available

Área científica específica:

Resumo do anúncio:

O Programa Internacional de Doutoramento em Estudos Comparatistas da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (PhD-COMP) foi seleccionado no âmbito do concurso para financiamento da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, IP (FCT), tendo-lhe sido atribuídas cinco bolsas de doutoramento para a edição de 2017/2018. No âmbito daquele concurso, cabe à Comissão Directiva do Programa de Doutoramento seleccionar os estudantes que usufruirão das bolsas financiadas pela FCT, sendo os contratos de bolsa de doutoramento celebrados directamente com a FCT. Assim, de acordo com a legislação e a regulamentação aplicável e em vigor, a Comissão Directiva do PhD-COMP abre concurso para a selecção de cinco bolseiros de doutoramento.



Texto do anúncio

O Programa Internacional de Doutoramento em Estudos Comparatistas da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (PhD-COMP) foi seleccionado no âmbito do concurso para financiamento da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, IP (FCT), tendo-lhe sido atribuídas cinco bolsas de doutoramento para a edição de 2017/2018. No âmbito daquele concurso, cabe à Comissão Directiva do Programa de Doutoramento seleccionar os estudantes que usufruirão das bolsas financiadas pela FCT, sendo os contratos de bolsa de doutoramento celebrados directamente com a FCT. Assim, de acordo com a legislação e a regulamentação aplicável e em vigor, a Comissão Directiva do PhD-COMP abre concurso para a selecção de cinco bolseiros de doutoramento.


1.      Bolsas de Doutoramento

O PhD-COMP abre concurso para a atribuição de cinco bolsas de doutoramento nacionais, financiadas por fundos nacionais através da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, IP, e do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (FCT/MCTES), e pelo Fundo Social Europeu através do Programa Operacional do Capital Humano (PO-CH), nas condições a seguir enunciadas.

 

2.      Área Científica

Estudos Comparatistas

 

3.      Período de Apresentação de Candidaturas

O concurso está aberto entre 1 de Maio e 5 de Julho de 2017.

 

4.      Candidatos

Nos termos conjugados do art.º 5.º e n.º1 do art.º 4.º, ambos do Regulamento de Bolsas de Investigação da FCT, podem candidatar-se:


- cidadãos nacionais;

- cidadãos de outros estados membros da União Europeia e de estados terceiros com os quais Portugal tenha celebrado acordos de reciprocidade;

- cidadãos de outros estados terceiros, uma vez que está previsto um método de selecção que contempla a realização de uma entrevista individual.


Os candidatos devem ser detentores de grau académico necessário ao ingresso em ciclo de estudos conducentes à obtenção do grau académico de doutor, conforme indicado nos requisitos de candidatura.

Não são elegíveis os cidadãos que já tenham beneficiado, para o mesmo fim, de bolsas de idêntico tipo das colocadas agora a concurso, caso estas tenham sido directamente financiadas pela FCT.

São elegíveis estudantes que estejam já a frequentar o programa doutoral PhD-COMP, desde que não tenham sido selecionados para uma bolsa no âmbito dos concursos dos Programas de Doutoramento da FCT nem tenham usufruído de uma bolsa de doutoramento ou doutoramento em empresas diretamente financiada pela FCT.

 

5.      Requisitos de candidatura

Os candidatos devem cumprir os seguintes requisitos:


1)      Grau de Mestre em Humanidades ou Ciências Sociais;

2)      Na ausência de (1), outro grau académico (Mestrado ou Licenciatura), e CV considerado relevante e adequado pela Comissão Directiva do PhD-COMP para o desenvolvimento de investigação avançada em Estudos Comparatistas;

3)      Bom conhecimento de três línguas (Inglês incluído).

 

6.      Candidaturas

Para efectuar o processo de candidatura, o qual se realiza exclusivamente on-line, o candidato deverá aceder ao Portal de Candidaturas da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa:

(https://fenix.letras.ulisboa.pt/accountCreation#!accountCreation/_qcheck=df6f59085c4fa9047301b9c41fe08b798732f974)

A formalização da candidatura implica, sob pena de exclusão, o envio dos seguintes documentos:


1)      Carta de motivação (em inglês);

2)      CV (em inglês) detalhado do/a candidato/a, datado, com indicação do seu endereço de correio electrónico;

3)      Diplomas ou certificados de habilitações, com notas finais;

N.B. Os candidatos com graus académicos obtidos no estrangeiro terão, obrigatoriamente, de apresentar os registos de reconhecimento desses graus e de conversão das respetivas notas finais para a escala de classificação portuguesa (sempre que ao grau estrangeiro tenha sido conferida uma classificação final), emitidos pela Direção-Geral do Ensino Superior ou por instituição de ensino superior público portuguesa (regime regulamentado pelo Decreto-Lei n.º 341/2007, de 12 de outubro) ou, em alternativa, apresentar o documento de reconhecimento/ equivalência das habilitações estrangeiras às correspondentes habilitações portuguesas, emitido por uma instituição de ensino superior público portuguesa (processo regulado pelo Decreto-Lei n.º 283/83, de 21 de junho). Os candidatos nestas condições deverão dirigir-se à Direcção-Geral do Ensino Superior (http://www.dges.mctes.pt/DGES/pt/Reconhecimento/NARICENIC/) ou à Reitoria da Universidade de Lisboa (http://www.ulisboa.pt/home-page/estudar/habilitacoes-estrangeiras).


4)      Projecto de Investigação preliminar (máximo: 5 páginas, em inglês);

5)      Artigo científico elaborado previamente em contexto académico (máximo: 20 páginas; em inglês, português, espanhol, francês ou italiano);

6)      Cópia do documento de identificação.

 

7.      Plano de Trabalhos

O PhD-COMP é um programa de Doutoramento constituído por 240 ECTS. Um percurso normal pressupõe a conclusão do ciclo de estudos no final do quarto ano do curso.

Os primeiros dois anos destinam-se à formação curricular avançada: o primeiro ano consiste na frequência de um conjunto de cinco seminários, e no desenvolvimento de investigação preliminar e supervisionada no âmbito de um dos projectos de investigação do Centro de Estudos Comparatistas da FLUL; o segundo ano consiste na frequência de um seminário (S3) concebido para oferecer as ferramentas metodológicas necessárias ao desenvolvimento da investigação dos estudantes, e no cumprimento de um plano individual supervisionado (S4). Neste quarto semestre, os estudantes participam em seminários intensivos leccionados pelos membros internacionais da equipa, em workshops especialmente concebidos para preparar a sua integração no ambiente académico e, se pertinente, numa Escola de Verão internacional. No final do semestre, todos os estudantes têm de apresentar e discutir os seus planos de dissertação perante um júri de Qualificação constituído pelos orientadores, um avaliador externo e um membro da Comissão Directiva do Programa.

Os restantes dois anos são dedicados à elaboração da tese, contemplando ainda um período de investigação, mobilidade internacional e integração no meio científico. Cada estudante tem de passar pelo menos um semestre numa instituição parceira estrangeira (estando este período contemplado no orçamento das bolsas, nomeadamente através do valor acrescido do subsídio de manutenção durante a estadia no estrangeiro). Durante esse período, trabalhará com o orientador internacional, fará investigação e participará em eventos relevantes. A tese estará concluída no final do oitavo semestre do ciclo de estudos.


8.      Instituição de Acolhimento e Orientador Científico

A instituição de acolhimento é o Centro de Estudos Comparatistas da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Alameda da Universidade, 1600-214 Lisboa, Portugal.

 A orientação científica dos bolseiros é assegurada durante o primeiro ano pela Directora de Curso, Professora Doutora Ângela Fernandes, em conjunto com os tutores atribuídos a cada estudante. A partir do segundo ano do curso, os bolseiros trabalham sob a supervisão dos seus orientadores.

 

9.      Métodos de Selecção e Valorização

A avaliação das candidaturas é feita nos termos seguintes, ponderando-se os elementos de apreciação e produzindo-se uma lista ordenada de candidatos. São utilizados de forma faseada dois métodos de selecção: na 1.ª fase, tem lugar a Avaliação Curricular (AC); na 2.ª fase, realiza-se a Entrevista (E). A classificação final resulta das seguintes ponderações: Avaliação Curricular (AC) – 70% e Entrevista (E) – 30%.

9.1. Primeira fase de avaliação: Avaliação Curricular (AC)

São critérios de seriação nesta primeira fase:


1.      Mérito do candidato (MC) (60%):

1.1. Classificação Final de Licenciatura (CFL) – 10%

1.2. Classificação Final de Mestrado (CFM) – 20%

1.3. Experiência e Competências de Investigação (ECI) – 30%


2.      Qualidade da proposta de investigação (PI) (40%):

2.1.  Carta de Motivação, Artigo Científico e Plano de Investigação – 40%

 

O Mérito do Candidato (MC), nos parâmetros CFL e CFM, é expresso numa escala de 0 a 20 valores, com valoração até às centésimas; no parâmetro ECI, graduar-se-á de 0 a 20 valores de acordo com a relevância do currículo do candidato para as actividades que propõe desenvolver na sua investigação.


A Qualidade da Proposta de Investigação (PI) graduar-se-á de 0 a 20 valores, de acordo com os seguintes termos:

- Carta de Motivação – até 2 valores;

- Artigo científico apresentado – até 3 valores;

- Projecto de investigação (originalidade, rigor conceptual e adequação às áreas do programa de doutoramento) – até 15 valores.

 

9.2. Segunda fase de avaliação: Entrevista (E)

Para a Entrevista, são convocados os estudantes ordenados nos 12 (doze) primeiros lugares na 1.ª fase (AC), e desde que com classificação igual ou superior a 14 valores, na escala de 0 a 20. A convocatória será feita por meio de correio electrónico.

Na entrevista, serão avaliados, de forma objectiva e sistemática, a qualidade da exposição oral da proposta de investigação e da sua relevância científica. São critérios de seriação desta segunda e última fase de avaliação os seguintes:


1.    Defesa do projecto de tese (perguntas e respostas) – até 10 valores;

2.    Capacidade de explicação do contributo do projecto para a área de investigação específica – até 10 valores.

As entrevistas decorrerão nos dias 18 e 19 de Julho de 2017 de acordo com horário a comunicar por correio electrónico aos candidatos selecionados. Em caso de impedimento, a entrevista poderá ser realizada por videoconferência.

Cada um dos métodos de selecção é eliminatório.

Na 1.ª fase (AC) são excluídos os candidatos que não obtenham classificação igual ou superior a 14 valores, na escala de 0 a 20, ou que fiquem situados além da 12.ª posição da seriação.

Na 2.ª fase (E) são excluídos os candidatos que não compareçam à entrevista, que obtenham classificação inferior a 9,5 valores, na escala de 0 a 20, na entrevista ou na classificação final do concurso, feita a respectiva ponderação, ou que fiquem situados além da 10.ª posição da seriação.

A ordenação final dos candidatos que completem os métodos de selecção é efectuada de acordo com a escala classificativa de 0 a 20 valores, em resultado da média aritmética ponderada das classificações obtidas em cada método de selecção. Em caso de igualdade de classificação, os critérios de desempate a adoptar são: classificação obtida na entrevista (E); subsistindo o empate, a classificação obtida na proposta de investigação (PI).

Os candidatos têm acesso às actas do júri, onde constam os parâmetros de avaliação e respectiva ponderação de cada um dos métodos de selecção a utilizar, a grelha classificativa e o sistema de valoração final do método, desde que as solicitem.

 

10.   Júri de Selecção

O Júri é constituído pelos seguintes elementos: Professores Doutores Ângela Fernandes (presidente do júri), Donata Meneghelli, Fernanda Mota Alves e Jan Baetens.

São elementos suplentes: 1.º Vogal - Professora Doutora Manuela Carvalho; 2.º Vogal - Professora Doutora Luísa Afonso Soares; 3.º Vogal – Doutor Santiago Pérez Isasi; 4.º Vogal - Professora Doutora Helena Carvalhão Buescu.


11.   Publicitação e notificação de resultados

A lista de admissão e exclusão ao concurso, os resultados obtidos em cada uma das fases e a lista de ordenação final dos candidatos que completem o procedimento serão divulgados até 30 dias úteis após a data limite de submissão das candidaturas, através de envio de comunicação aos candidatos, via correio electrónico, e disponibilizados no sítio web do Programa PhD-COMP, no endereço http://phdcomp.letras.ulisboa.pt.

Após a divulgação dos resultados, os candidatos devem considerar-se automaticamente notificados para, caso pretendam, se pronunciarem em sede de audiência prévia no prazo máximo de 10 dias úteis após aquela data, nos termos previstos no Código do Procedimento Administrativo. Da decisão final pode ser interposto recurso para a Comissão Directiva do PhD-COMP, no prazo de 15 dias úteis após a respectiva notificação.

 


           12.   Duração da Bolsa e valor do subsídio de manutenção mensal

Nos termos do art.º 9.º do Regulamento de Bolsas de Investigação da FCT (RBI), a bolsa tem a duração de um ano, eventualmente renovável até ao período máximo de 4 anos, sendo previsível que o seu início venha a ocorrer em Setembro de 2017.


O subsídio de manutenção mensal (SMM) a conceder é o estabelecido na Tabela Anexa ao RBI tendo em conta a tipologia de bolsa. O pagamento do SMM, bem como o pagamento dos encargos resultantes da eventual adesão do bolseiro ao regime de seguro social voluntário (1.º escalão), será efectuado, mensalmente, através de transferência bancária para a conta identificada pelo bolseiro no âmbito do processo de contratualização da bolsa.

As bolsas serão exercidas em regime de dedicação exclusiva nos termos previstos no Estatuto do Bolseiro de Investigação.

 

13.   Política de não discriminação e de igualdade de acesso

A Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa promove uma política de não discriminação e de igualdade de acesso, pelo que nenhum/a candidato/a pode ser privilegiado/a, beneficiado/a, prejudicado/a ou privado/a de qualquer direito ou isento/a de qualquer dever em razão, nomeadamente, de ascendência, idade, sexo, orientação sexual, estado civil, situação familiar, situação económica, instrução, origem ou condição social, património genético, capacidade de trabalho reduzida, deficiência, doença crónica, nacionalidade, origem étnica ou raça, território de origem, língua, religião, convicções políticas ou ideológicas e filiação sindical.

 

14.   Legislação e Regulamentação aplicável

Estatuto do Bolseiro de Investigação Científica, Lei nº 40/2004, de 18 de Agosto, na sua redacção actual, disponível em:

https://www.fct.pt/apoios/bolsas/estatutobolseiro

Regulamento de Bolsas de Investigação da FCT, I.P, regulamento nº 234/2012, alterado por último pelo Regulamento nº 339/2015, publicado na II Série do Diário da República de 17 de Julho de 2015, e disponível em:

https://www.fct.pt/apoios/bolsas/docs/RegulamentoBolsasFCT.pdf




Número de vagas: 5

Tipo de contrato: Outro

País: Portugal

Localidade: Lisboa

Instituição de acolhimento: Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa


Data limite de candidatura: 05 July 2017
(A data limite de candidatura deve ser confirmada no texto do anúncio)

2. Dados de contactos da organização
2. Organization contact data

Instituição de contacto: Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa

Endereço:
Alameda da Universidade, Cid. Universitária
Lisboa - 1600-214 Lisboa
Portugal

Email: sp.pessoal@letras.ulisboa.pt

Website: http://www.letras.ulisboa.pt

3. Habilitações académicas
3. Required education Level


Vazio
4. Línguas exigidas
4. Required languages


Vazio
5. Experiência exigida em investigação
5. Required research experience


Vazio